Senhor paciente


Os animais de companhia estão vivendo cada vez mais. Uma pesquisa realizada pelo hospital veterinário Sena Madureira (São Paulo/SP) mostra que nos últimos 30 anos a expectativa de vida dos pets dobrou.


Essa expectativa de vida cresceu à medida que o pet se tornou um membro da família. Eles saíram do quintal, onde comiam restos de comida e não recebiam atendimento veterinário e foram para dentro das casas, onde recebem dieta adequada, vacinas, atendimento veterinário com mais frequência e muito carinho.


Crédito foto: divulgação



Com isso, o mercado cresceu e hoje os pets contam com muitos recursos da medicina veterinária, seja no diagnóstico quanto no tratamento de diversas doenças. Contudo, o a prevenção veterinária é algo que ainda precisa crescer, para que os pets possam chegar a sua terceira idade com mais qualidade de vida.


Na edição 86 nosso destaque será o paciente idoso e como a medicina veterinária tem se preparado para atender cada vez melhor esse perfil de paciente.


Confira e boa leitura!


Por Mariana Vilela