São Paulo ganha espaço de apoio ao luto para quem perdeu seu Pet

Atualizado: 19 de Set de 2019


São poucas as famílias que não têm ao menos um animal de estimação em casa. Eles fazem parte de nossas vidas, companheiros que alegram o dia a dia. Infelizmente, não são eternos, têm uma expectativa de vida bem mais baixa que a nossa, o que torna bastante complicado lidar com a iminente perda. Poucos sabem como conviver com a repentina morte do estimado amigo. São Paulo está ganhando um espaço de apoio luto para quem perdeu o animal, dedicado para amenizar o trauma de um dos momentos mais dolorosos a quem convive com esses seres dóceis, ingênuos e bastante amorosos.

A psicóloga Joelma Ruiz lançará no dia 5 de setembro, às 18 horas, o Espaço Joelma Ruiz, dedicado a quem necessita tratar do adeus ao pet querido ou que está vivenciando um processo de adoecimento do animal de estimação. Um local onde o respeito à dor do tutor será tratado com ternura e total atenção. E, também, destinado a promover atendimento psicológico, familiar e individual ou em grupos para enlutados. Um local pensado para quem necessita de acolhimento, suporte e tratamento ao processo de luto.

"É um local de escuta e acolhimento com abordagem centrada na pessoa, que busca suas potencialidades e o desenvolvimento humano, para elaborar recursos emocionais, crescimento pessoal e valorização dos relacionamentos", observa Joelma Ruiz.

O luto pela possibilidade da perda ou a perda concreta é natural e doloroso. Causa medos e traumas e é bastante complicado de se enfrentar. Da mesma maneira que a perda de um ente querido, a despedida de um bicho de estimação requer tratamento psicológico. Com uma palavra amiga, Joelma Ruiz espera amenizar tamanha dor com lição de "compreensão acima da aceitação".

"É um espaço extremamente importante. Perdi meu cachorrinho faz três anos e quase morri. Fui apresentada à Joelma, especialista em luto, e desde então estou fazendo terapia com ela", afirma a paciente Silvia Copia, que faz acompanhamento com Joelma Ruiz. A paciente é participante assídua de um grupo de apoio mensal realizado pela psicóloga, no qual os tutores fazem doação de rações que são revertidas para instituições destinadas a animais.

"O luto é a pior dor do mundo. A gente chora muito, e o choro é bom para desabafar. Mas depois temos um momento de alívio", diz Silvia. "Damos nosso depoimento, a Joelma faz uma intervenção e nos ensina como lidar com essa perda. Que bom que esse espaço existe."

Pensar em um animal de companhia é como pensar em um ente querido da família, o qual dividimos nossas alegrias, nossas angustias, nossa vida. No entanto eles vivem menos que gostaríamos. E ninguém está preparado para vê-los adoecendo e, por fim, nos deixando. Na hora de encarar esse momento delicado, compartilhar essa dor, expressar esses sentimentos se fazem mais do que necessário.

Espaço Joelma Ruiz

Rua Alameda dos Tupinás, 649, Planalto Paulista

Telefone: (11) 3539-3152

#lutopet

64 visualizações

Editora

Editora Share Publicações Segmentadas Ltda
CNPJ: 24.039.946/0001-20

Revista

Logo vetshare site.jpg

Canal

Logo Panorama V&S ok -_POSITIVO.png