Pela saúde dos animais, pela sua saúde e a de todos

Atualizado: 19 de Set de 2019


Os animais de companhia estão presentes em quase metade dos lares brasileiros. O País tem a segunda maior população de cães e gatos do mundo, atrás somente dos Estados Unidos. Não à toa, os bichos de estimação têm sido vistos cada vez mais como membros da família.

Em maio, uma notícia trouxe um pouco mais de tranquilidade aos tutores que sofrem ao buscar um novo lar para si e seu amigo. O Supremo Tribunal de Justiça (STJ) decidiu que convenções de condomínios residenciais não podem proibir moradores de criar animais em apartamentos ou casas. De acordo com a instituição, a proibição só se justifica se o animal representar risco à segurança, à higiene, à saúde e ao sossego dos demais moradores do condomínio.

A decisão foi tomada na avaliação de um caso do Distrito Federal, em que uma moradora de um condomínio entrou com uma ação judicial para poder criar uma gata, que é proibido pelas regras do local.

Cuidados necessários

Para que tenham uma vida plena não só de carinhos, como também de saúde e bem-estar, alguns fatores são importantes, como alimentação, higiene e manter a vacinação em dia. “O cuidado com o animal está diretamente ligado à prevenção de doenças. E a melhor forma de fazê-la é por meio da vacinação, que deve ser recomendada e administrada por um médico-veterinário”, diz Fabiana Avelar, médica-veterinária e gerente de produtos de Animais de Companhia da Zoetis.

“São as vacinas que garantem a proteção imunológica do animal”, completa Alexandre Merlo, gerente técnico de Animais de Companhia da Zoetis.

Pensando na importância da prevenção por meio da vacinação e em aumentar o conhecimento das pessoas sobre doenças que acometem cães e gatos, a Zoetis lançou em seu site um espaço dedicado a este tema. “Acessando o site, as pessoas poderão escolher entre cães e gatos, direcionando o conteúdo de seu interesse, em um ambiente exclusivo para cada animalzinho”, explica Fabiana.

No site há informações relativas a algumas das principais doenças, prevenção por meio da vacinação e o que esperar após a vacinação.

De acordo com as recomendações atuais, cães e gatos devem ser vacinados logo nos primeiros meses. Terminado esse ciclo preventivo inicial, a vacinação deve ser feita anualmente ou a critério do médico-veterinário.

“Essa prevenção é importante não só para os animais como também para a proteção de seus tutores, já que algumas doenças de cães e gatos (como leptospirose e giardíase em cães e a raiva em cães e gatos) são zoonoses, ou seja, podem passar do animal para o ser humano”, finaliza Merlo.

Link direto: https://www.zoetis.com.br/produtos-e-servicos/eu-escolho-vacinar.aspx

Outras informações sobre a Zoetis acesse www.zoetis.com.br

#conscientização #petemcasa #zoetis

6 visualizações

Editora

Editora Share Publicações Segmentadas Ltda
CNPJ: 24.039.946/0001-20

Revista

Logo vetshare site.jpg

Canal

Logo Panorama V&S ok -_POSITIVO.png